Pequenas empresas vêm revolucionando as atividades mais básicas do nosso cotidiano

Nos últimos anos, as chamadas Startups, conceito pouco explorado e disseminado até uma década atrás, estão elevando o patamar da evolução tecnológica e social a um nível de revoluções que não se via desde a época da revolução industrial.

Assim como algumas empresas inovadoras como Facebook, Google, Alibaba, Apple e Uber, estas pequenas empresas vêm gerando grandes mudanças na economia global através de invenções que tem modificado drasticamente algumas das mais básicas atividades do nosso cotidiano.

Esse processo se inicia quando um cidadão ou um grupo de pessoas surge com alguma e ideia inovadora e decide começar a empreender. Neste momento, a primeira e mais fundamental questão a ser respondida deverá ser: Qual problema está minha ideia tão inovadora pode ajudar a solucionar?

Se a sua ideia, mesmo que embrionária, for capaz de trazer solução efetiva a um problema que afeta um considerável contingente de pessoas, você terá muito trabalho pela frente para fazer dela um projeto e finalmente uma empresa, mas está no caminho certo. (Saiba mais sobre a empreitada empreendedora: http://www.gowork.com.br/blog/coworking-empreenda/)

É exatamente esse caminho que muitas Startups, espalhadas por todo mundo, têm feito: contribuído para a melhoria de nossa qualidade de vida através da criação de novos produtos ou serviços que otimizam processos ou ferramentas que vinham se tornando obsoletas e que já não atendiam da melhor maneira as necessidades e demandas da vida coletiva e individual da sociedade do século XXI.

Vamos a alguns exemplos

Transporte
Envolvida em diversas polêmicas recentes a Uber é uma empresa que tem revolucionado o sistema de transportes trazendo uma solução inovadora e diferente de todos os meios convencionais que existiam até a sua criação. Fundada em 2009 a empresa está sediada no Vale Do Silício e é avaliada em US$ 51 bilhões.

Audiovisual
Outro case interessante e que também vem sendo alvo de críticas e centro de polemicas, no Brasil é o serviço de streaming Netflix. A empresa fundada em 1997 como um serviço de deliveries de videocassetes deverá ser uma das grandes responsáveis pelo fim da televisão por assinatura e, quem sabe do cinema, ao oferecer conteúdo de qualidade, em fartura e por um preço muito mais acessível. Ps: A Netflix também entrou de cabeça no mundo das produções audiovisuais e já é responsável pela coprodução de algumas das mais aclamadas séries de TV (ou já podemos dizer, apenas séries).

Telefonia
Comprado pelo Facebook em 2014 pelo valor de US$ 16 bilhões, o WhatsApp tem revolucionado a maneira como as pessoas se comunicam através dos aparelhos de telefone celular. Além das famosas mensagens do “zapzap”, o serviço já disponibiliza ligações gratuitas para qualquer parte do mundo através da plataforma e uso de Wi-fi.
E você, o que acha espera ver nos próximos anos desse mundo louco e dinâmico das Startups?