Steve Jobs imaginou o computador pessoal, depois pensou no aparelho perfeito para ouvir música e no telefone celular que é um verdadeiro computador de bolso. Mark Zuckerberg imaginou um jeito de conectar as pessoas. Elon Musk visualizou um carro elétrico que não devia nada aos modelos à gasolina. Mas pra todas essas ideias geniais virarem produtos revolucionários que abalaram o mercado e transformaram milhões de consumidores em verdadeiros fãs, foi preciso muito trabalho de planejamento e desenvolvimento até o lançamento e a consagração.

Muita gente tem boas ideias mas patina na hora de botá-las em prática. Mas em apenas cinco passos, com foco e dedicação, uma ideia sai da sua cabeça e chega ao produto final, pronto pra ser vendido. Confira esses cinco passos, com vídeos que explicam melhor cada etapa do desenvolvimento de um produto, com conceitos inovadores como o design thinking, que ajudam a tirar uma ideia do papel e transformá-la em realidade.

Vamos lá?

Primeiro Passo: Qual problema você quer resolver?

Ok, você teve uma ideia genial. Mas agora pense: qual problema essa ideia vai resolver? Afinal, todo produto no mercado é solução para algum problema real dos usuários. Para identificar um problema e as melhores formas de solucioná-las, o design thinking é uma abordagem com eficácia comprovada. Entenda um pouco mais sobre o design thinking nesse vídeo do TEDx Sorocaba com o design thinker Ricardo Ruffo.

Segundo Passo: Quais são seus concorrentes e potenciais parceiros?

Você já sabe qual problema sua ideia vai resolver, e isso leva a outra coisa muito importante, descobrir seu público, ou seja, as pessoas que têm esse problema que será resolvido pelo seu produto. Em seguida, precisa descobrir: tem mais gente no mercado atendendo a esse público, tentando resolver o problema dele? Caso negativo, boa notícia, você pode ser um pioneiro no mercado! Se tiver concorrentes, tudo bem. É só ver os pontos fracos deles e tentar superá-los no desenvolvimento do seu produto. Ao fazer esse mapeamento de mercado, você também deve identificar e entrar contato com potenciais parceiros que podem ajudar a transformar sua ideia em realidade. Esse vídeo da NET Empresas dá uma boa introdução sobre como identificar seus concorrentes.

Terceiro Passo: Como vou testar meu produto pra ver se funciona mesmo?

Legal, agora você já tem a ideia, o problema que ele vai resolver, o público que vai atender, os concorrentes e parceiros. Agora é botar a mão na massa e “fazer acontecer”! Mas, antes de chegar no produto final, pode ter certeza que muita coisa vai acontecer. Por isso, é fundamental fazer um protótipo do seu produto e testá-lo exaustivamente antes do lançamento. Esse vídeo é bacana para ver como é possível fazer um protótipo mesmo sem ser um expert em programação.

 

Quarto Passo: Deu algum problema? Não desanime!

Você já tem o protótipo, também chamado de PVM (Produto Viável Mínimo). Agora é importante entender que dificilmente ele já será perfeito. Mesmo que funcione relativamente bem, sempre há o que melhorar. E nessa hora o feedback dos usuários que testaram o protótipo é fundamental. Esteja aberto a aceitar críticas e fazer alterações no que for necessário. Também é preciso manter a motivação e o foco, nada de desistir diante das dificuldades! Para se manter motivado nessa fase que nunca é fácil, o pessoal do Manual do Homem Moderno fez um vídeo muito bacana, confira!

Quinto passo: Chegou a hora! Como lançar meu produto?

Pronto, você já testou seu produto exaustivamente, fez todos os ajustes necessários, chegou o grande dia! É hora de lançar seu “filho” no mercado. Nesse momento é importante ter um bom plano de marketing e comunicação para o lançamento do produto impactar o público. Fazer um evento de lançamento é bacana, mas avalie os custos e veja se é mesmo o melhor caminho. Após o lançamento, não pense que seu trabalho acabou. Hoje em dia os produtos precisam ser sempre atualizados, e seguirem se adaptando às cada vez mais rápidas mudanças nas necessidades do mercado consumidor.

Para que o seu lançamento seja um sucesso, veja as dicas do especialista em lançamento de produtos japonês Koishi Fukuda, em entrevista a Erico Rocha.

Agora que você já sabe todas as etapas pra tirar uma ideia do papel e transformá-la num produto inovador, tá esperando o que? É hora de arregaçar essas mangas e trabalhar! O mundo está esperando pelo seu lançamento 😉