Salário emocional é muito mais do que recompensa ou bônus financeiro

O conceito de Salário Emocional é cada vez mais aplicado nas empresas com os melhores desempenhos do mercado, estimulando produtividade e reduzindo a rotatividade de pessoal. Neste post, terá informações sobre o Salário Emocional e descobrir por que ele é muito mais do que recompensa ou bônus financeiro.

salario emocional encontrado dentro de coworking em SP

Ficou interessado? Então, confira conosco!

Recompensas que o dinheiro não compra

Na clássica relação profissional, o funcionário vende a sua força de trabalho por uma certa quantidade de dinheiro, chamada de salário.

Porém, ao longo dos anos, tem-se notado que apenas a remuneração financeira não tem sido suficiente para proporcionar ao colaborador a motivação e até mesmo a saúde emocional suficiente para que ele tenha o melhor desempenho.

Segundo o INSS, cerca de 75 mil pessoas são afastadas do trabalho anualmente, em razão dos sintomas da depressão, doença psicológica causada por vários fatores, que podem incluir o estresse e a alta carga de trabalho.

E, conforme mostram as estatísticas, até mesmo profissionais com ótimos salários também são vítimas deste mal.

Isso significa que o dinheiro, embora fundamental para a vida, não é capaz de comprar tudo.


Por isso, a tendência no mercado é de que as empresas invistam cada vez mais no bem-estar e na saúde emocional de seus colaboradores.

Pelo menos, é o que têm feito as companhias mais modernas e inovadoras do mundo, incluindo empresas brasileiras.

Estes esforços em proporcionar ao colaborador um ambiente motivacional, saudável, além de uma rotina de trabalho inspiradora, são chamados de Salário Emocional.

De que maneiras é promovido o Salário Emocional nas empresas

Inicialmente, as empresas começaram a “agradar” seus funcionários com bonificações e aumentos salariais esporádicos por bom desempenho. Porém, como dissemos, a questão não é apenas financeira.

Por isso, as empresas têm utilizado diversas maneiras para proporcionar a seus funcionários um verdadeiro Salário Emocional para além do dinheiro. Veja algumas das maneiras mais bem-sucedidas pelas quais esta estratégia tem sido realizada.

  • Programas de lazer para funcionários e família: equipes esportivas da empresa, academia entre outros;
  • Planos de carreira promissores, com programas de aprendizado e capacitação para os funcionários;
  • Transparência e honestidade com o colaborador. Facilidade de comunicação com lideranças da empresa;
  • Flexibilização dos horários e das rotinas funcionais, com metas e tarefas direcionadas a capacidades individuais;
  • Celebração de datas comemorativas e ações recreativas periódicas na empresa;
  • Relação transparente com líderes: avaliações justas e feedbacks positivos;
  • Treinamentos e palestras motivacionais realizados com frequência;
  • Estímulo ao desenvolvimento profissional e humano por parte da equipe de RH;
  • Realização de pesquisas sobre clima organizacional e satisfação dos funcionários.
  • Ações como as mencionadas acima, fazem com que o funcionário se sinta mais contemplado, abraçado e incentivado pela empresa onde trabalha, e note que muitas destas ações podem ser implementadas a um custo baixo para o empreendimento.

Essas ações ficam ainda mais bem implementadas em um espaço criativo, inteligente, descontraído e aconchegante como um coworking.

A GOWORK oferece ambientes compartilhados que proporcionam o ambiente propício para a produtividade aliada à satisfação de funcionários e investidores, com relaxamento, jogos, quadras e muito mais.

Os resultados destas políticas no curto, médio e longo prazo para o negócio são maior engajamento por parte do time de colaboradores, melhoria nos resultados do trabalho dos funcionários e diminuição da taxa de rotatividade, reduzindo o ônus com demissões e novas contratações.

Conheça tudo o que a GOWORK oferece para a sua empresa ser mais!