Tudo sobre Coworking

Coworking é um modo de trabalho onde as pessoas realizam as suas atividades no mesmo espaço compartilhado, sem perder a sua independência.

Além de compartilharem os mesmos espaços, elas compartilham os valores de cooperação e buscam a sinergia de talentos para criar novas conexões. Trocando ideias e experiências sem perder suas individualidades, se superam todos os dias.

Coworking de A a Z, tudo sobre o tema

O que Coworking e como surgiu?

A ideia de trabalhar em espaços compartilhados não é nova, e há muitos antecessores do atual modelo de Coworking. O engenheiro de software americano Brad Neuberg, considerado o “pai“ do sistema de Coworking, explica que o Coworking é um movimento e uma comunidade, antes de ser apenas espaços físicos compartilhados.

Neuberg criou esse conceito de Coworking em 2005, na cidade de San Francisco, na Califórnia, epicentro do Vale do Silício. Ele estava descontente com o emprego em uma startup e queria juntar a liberdade de trabalhar de forma independente e a estrutura e senso de comunidade de trabalhar em uma equipe, sem perder sua essência e individualidade.

Quais as vantagens de um Coworking

O grande diferencial é que a divisão só proporciona benefícios para quem se utiliza desse modelo de trabalho. Os gastos chegam a ficar até 40% menores do que em uma locação convencional de escritório, isso sem contar com o tempo que se ganha por não ter que se preocupar com essas questões que não fazer parte do escopo do negócio. Enfim, para empresas modernas que necessitam de espaço para crescer, um Coworking, mais que uma opção, é um diferencial.

O crescimento de Coworking no Brasil

Com isso se atingiu 378 espaços de escritórios compartilhados em todo o país, a maior parte desses, 148, se encontram no estado de São Paulo. No total, isso significa dizer que já são mais de 10 mil estações de trabalhos disponibilizadas nesses espaços.

E o crescimento também vem sendo grande para quem investiu nessa área como é o caso da Gowork, uma das pioneiras e líder no setor no país, que apenas no ano passado teve aumento de 40%, atingindo a marca de 3.500 estações de trabalhos. Para esse ano o objetivo é ainda mais arrojado, tendo a expectativa de crescer 50%, já tendo aberto um novo espaço na Cidade de São Paulo.

Coworking no VALOR ECONOMICO

Em 2016, ele diz ter despontado nos últimos seis meses após a chegada do WeWork, representa 25% das 2.200 estações de trabalho mantidas pelo GOWORK em São Paulo.

Coworking no valor econômico
Coworking atrai grandes empresas

Até o fim do ano, a empresa quer chegar a 3 mil estações e abrir unidades no Rio e em BH. A estratégia é apertar as margens e preparar a operação para a entrada de fundos de investimento, segundo Bottura, para nós próximos cinco anos ter 20 mil estações.

O grande foco é a customização do espaço para manter a cultura e a identidade da empresa – inclusive no endereço. “A localização faz parte do ‘branding’ de uma empresa”, diz. A Fundação Estudar moveu a equipe de 50 pessoas de um Coworking no Brooklin, em São Paulo, onde dividia o espaço com outros profissionais e empresas, para um prédio na Rua dos Pinheiros, onde ficou mais próximo do metrô, de ONGs e da Fundação Lemann.

Marina Andrade, gerente de operações da Fundação Estudar, conta que eles viram cerca de 25 opções antes de escolher o novo escritório, entre eles espaços próprios e outros Coworking. A GOWORK chamou a atenção pela possibilidade de ter um local com a cara própria e por ser brasileiro.

Em um período de crise no mercado de escritórios, Bottura diz que os Coworking são visados como “ótimos” inquilinos, por terem ocupação constante, sem intervalo entre o fim do contrato de uma empresa e início da outra, e porque com frequência precisam crescer em andares. A atratividade gera boas condições nos aluguéis. ”

Por que as empresas mudam de escritório para um Coworking

O principal motivo é por necessidade de crescimento ou redução do espaço.

Entre as empresas consultadas, a constatação foi de que a maior parte (mais de 47%) adotou essa mudança como consequência do crescimento alto do negócio, que passou a demandar um espaço maior.

Em segundo lugar (mais de 28%) veio a necessidade de encontrar um novo local por requisitos de fluxo de trabalho que surgiram. Menos de 15% das empresas mudam de escritório pela finalização do contrato.

Aliás, contratos prolongados de locação do espaço acabam tendo como consequência a limitação dos empreendimentos.

Cerca de metade dos respondentes da pesquisa revelaram que tinham contratos de mais de cinco anos nos imóveis comerciais convencionais.

Isso na verdade é um grande limitador de crescimento da empresa e impactante ao fluxo de caixa. Investir em outro estabelecimento, montar toda estrutura e separar a equipe são variáveis que precisam serem consideradas.

Além do cenário de devolver o imóvel pagar multa e encarar a mudança.

CONSEQUÊNCIAS DA MUDANÇA DA SALA COMERCIAL

E o que essa mudança trouxe para esses empreendedores? Apontado pela maior parte dos empresários foi positivo: mais da metade deles afirmaram que perceberam um aumento da produtividade associada com a mudança de local.

E não é só isso: quase 25% relatou a facilidade de fazer networking.

Por outro lado, mais de 45% das empresas consultadas sentiram que passar para outro escritório trouxe um impulso moral, como se elevasse a autoestima corporativa.


Ou seja, em relação às consequências, foi possível aferir que a mudança de escritório pode trazer um respiro para empresas desgastadas, desde que ela seja bem planejada, mas é preciso colocar na balança os problemas de produtividade e localidade que isso vai causar.

Impactando o mercado imobiliário com uma vacância de 50% nos conjuntos comerciais.

Veja quanto custa montar ou alugar uma sala comercial. Calculadora de Custos de Sala Comercial.

Coworking a alternativa para todos os tamanhos de escritórios

Sala comercial ou Coworking

O aluguel comercial de um escritório bem estruturado para o atendimento dos clientes traz como benefício a possibilidade a ajuste e alterações como você bem desejar, com maior liberdade para elaboração do espaço de trabalho.

Contudo, existem as dificuldades, principalmente relativas aos custos relacionados.

O problema é que o administrador normalmente só insere nessa conta valores referentes ao aluguel do escritório e do condomínio, não percebendo que esse valor engloba diversos outros pontos. Assim, qual o custo para manter um escritório?

Ao colocar na ponta do lápis, se perceberá que o espaço físico de uma empresa representa um de seus principais custos.

Para entender melhor esses gastos, deve se considerar além do gasto com aluguel e o condomínio, outros como IPTU, seguro fiança, seguro obrigatório do escritório, materiais de consumo (material limpeza, café), luz, manutenção, telefonia, internet e pessoal de suporte (TI, limpeza e atendimento).

Quer calcular todos os custos? Criamos uma calculadora para ajudar nesta hora. https://www.gowork.com.br/conjunto-comercial-sp/

Outros pontos que devem ser levados em conta na elaboração dessa conta são valores inerentes ao imóvel locado, como possíveis investimentos em reformas do local e valores de equipamentos que podem ser reaproveitados caso venha a sair deste imóvel, como os mobiliários.

Uma alternativa viável para sala comercial

A opção por um Coworking trará um custo menor do que o aluguel de qualquer escritório. Mas existe a dificuldade de ter um local de trabalho pré-definido, além do fato de alguns espaços não possuírem a estrutura ideal (principalmente os gratuitos).

Em contrapartida, as vantagens são muito grandes, pois você terá um espaço profissional para trabalhar e, consequentemente, maior foco.

Além disso, poderá optar por um espaço com localização estratégica para os negócios e que também estará apto para receber clientes para reuniões (opte por espaços que disponibilizam essa opção gratuita).

Outro ponto favorável é que, pesquisando, você pode encontrar espaços de Coworking que possibilitam todo o suporte de um escritório incluso em um único valor, com salas de reuniões, recepcionistas que personalizam o atendimento. Além de ter suporte técnico em caso de problemas técnicos.

Existe também o benefício da estrutura que possibilita o crescimento do negócio, pois, se tiver a necessidade de aumentar os espaços da empresa é só locar novos espaços.

Por fim, esses locais são ideais para realização de network, já que dividirá o espaço com outros profissionais que podem abrir novas opções de negócios.

Enfim, não existe uma resposta exata para a questão apresentada, tudo dependerá de qual será a real necessidade do profissional e, principalmente, a capacidade de adequar sua produtividade a esses modelos. Sendo assim, é necessário um bom planejamento.

Veja o vídeo espaço é tempo!

Home-office ou Coworking

Apesar das vantagens de um home-office, tanto em termos de custo quando de facilidade, estes ambientes não são apropriados para reuniões profissionais, trabalho em equipe ou até meetings com clientes.

Para resolver estas questões e se inserir no mercado com um preço inferior aos escritórios convencionais a opção de espaços de Coworking surge como a principal alternativa dentro do mercado.

Com preços muito abaixo ao que se encontra em escritórios convencionais, os Coworkings costumam oferece estrutura de primeira linha e a possibilidade de um networking extenso e qualificado entre as empresas que ali estão, um fator bastante atrativo principalmente para startups.

O ser humano é um ser psicossocial, ele produz mais com outras pessoas juntas. Por isso a necessidade mesmo sendo empresa individual, estar dentro de um Coworking.

home office ou coworking

Coworking como alternativa para home-office

O Coworking é um novo modelo de trabalho e os espaços de Coworking têm se proliferado pelas principais cidades do mundo, atraindo empreendedores e profissionais dos mais diversos perfis e empresas, principalmente as chamadas startups.

Tanto profissionais quanto pequenas empresas buscam nos Coworking espaços inspiradores para trabalhar em escritórios compartilhados com outras pessoas que também buscam um lugar para desenvolver ao máximo suas potencialidades.

Nos espaços de Coworking, diversas despesas com a infraestrutura do espaço (desde internet e móveis de escritório até limpeza e segurança) são compartilhadas, diminuindo os custos e fazendo com que alugar um espaço para trabalhar seja muito mais barato do que você imagina.

Mas os Coworking trazem muitas outras vantagens. Para não se alongar muito, vamos citar apenas a principal: o Networking. Compartilhando o espaço com outras pessoas, você pode trocar ideias e experiências, encontrar novos parceiros para o seu negócio e, por que não, fazer bons amigos.

Isso resolve outro problema comum do home office: a solidão e “desconexão” da vida social que podem atingir quem trabalha em casa.

É sempre bom ver novos rostos e conhecer pessoas. Você pode estar pensando que interagir e “fazer a social” talvez atrapalhe sua concentração nas tarefas do trabalho e assim diminua a produtividade. Mas é o contrário.

O estímulo das conversas e interação com outros profissionais motivados naqueles momentos de pausa no trabalho ajuda o cérebro a criar novas conexões e encontrar as respostas para os problemas.

Afinal, quando devo sair do home office?

Você já viu que os Coworking podem substituir com vantagens o home office, mas quando fazer essa transição?

A primeira questão é financeira, mas fique tranquilo: ter uma estação de trabalho num Coworking pode sair muito mais barato do que você imagina! Por isso a dica é, quando você sentir que sua produtividade está caindo ou você está se sentindo desconectado trabalhando isolado em casa, entrar em contato (link para contato Gowork) para descobrir o valor de um Coworking e a partir daí verificar se o preço cabe no seu planejamento financeiro.

O importante é lembrar que num Coworking como o GOWORK, que possui espaços inspiradores nas melhores localizações de São Paulo, como a Paulista, Itaim Bibi e Vila Olímpia, você não precisa se preocupar com a conta de luz e da internet, a limpeza do seu escritório, onde receber clientes e parceiros para uma reunião.

Toda a infraestrutura, com móveis corporativos de design de última geração, internet cabeada ou Wi-Fi de alta velocidade, iluminação diferenciada, limpeza, segurança e aquele cafezinho à vontade, está incluída, e o melhor: com funcionamento 24 horas por dia, 7 dias por semana… igual seu home office, mas muito melhor!

Soluções para grandes empresas

Não existe mais a possibilidade de regresso para as empresas tradicionais e tampouco novidade quanto aos caminhos que se seguem atualmente com os novos modelos de escritório existentes no Brasil e no mundo.

O cenário social, político e econômico ajudou nesta transformação dos moldes dos trabalhos tradicionais, para o que vivemos hoje com as empresas de Coworking.

Empresas de Coworking seguem espalhadas pelo Brasil e ainda sendo um meio que viabiliza o conforto e a localização para as empresas de pequeno, médio ou grande porte, se incluí neste “novo” seguimento startups, freelancers e profissionais autônomos que demonstram grande interesse pelas vantagens que o Coworking oferece.

Após o extenso período de crise mundial, estamos entrando em reaquecimento da economia, o que ajuda as empresas que conseguiram se manter na crise a enxergarem no Coworking a maneira mais eficiente de reduzir seus custos e ao menos tempo proporcionar aos seus funcionários um ambiente com conforto, bem-estar e ótima localização.

Com tudo isso a grande mídia também volta seu interesse para a questão. É o caso do VALOR econômico, conceituado jornal de economia, que fez uma extensa matéria sobre o crescimento do segmento de outsourcing de escritórios para grandes empresas.

Separamos para você um trecho da matéria de Letícia Arcoverde para o jornal. No excerto, você vai conhecer a história da Fundação Estudar que contrato o serviço de BUILT-TO-GO da GOWORK.

Built to suit, seu escritório pronto

“A Fundação Estudar moveu a equipe de 50 pessoas de um coworking no Brooklin, em São Paulo, onde dividia o espaço com outros profissionais e empresas, para um prédio na Rua dos Pinheiros, onde ficou mais próximo do metrô, de ONGs e da Fundação Lemann.

Marina Andrade, gerente de operações da Fundação Estudar, conta que eles viram cerca de 25 opções antes de escolher o novo escritório, entre espaços próprios e outros Coworking.

A GOWORK chamou a atenção pela possibilidade de ter um local com a cara própria e por ser brasileiro. Em um período de crise no mercado de escritórios, Bottura diz que os Coworking são visados como “ótimos” inquilinos, por terem ocupação constante, sem intervalo entre o fim do contrato de uma empresa e início da outra, e porque com frequência precisam crescer em andares. A atratividade gera boas condições nos aluguéis.”

Para atender os clientes corporativos a GOWORK desenvolveu a Built-to-GO. Uma solução que entrega escritórios sob medida para as empresas, sendo desenvolvido de acordo com as especificações necessárias. https://www.gowork.com.br/built-to-suit/

O Built-to-GO une um projeto de escritório turn-key e o outsourcing dos serviços operacionais (limpeza, copa, recepção etc.), dentro de padrões corporativos internacionais.

Trabalhando em parceria com nossa equipe de facilities e grandes consultorias imobiliárias, conseguimos atender as mais complexas exigências de compliance, tecnologia de rede e assessment, inclusive as de instituições financeiras, empresa de TI e telecomunicações.

Nossa expertise em escritórios nos permite entregar os projetos com a maior agilidade do mercado.

Processo Built-to-GO

BRIEFING

Levantamos as necessidades do cliente quanto à localização, dimensão e infraestrutura do espaço, bem como exigências especiais de compliance, tecnologia e assessment. Briefing

FIND

Em parceria com as principais consultorias imobiliárias de SP, a GOWORK encontra o melhor espaço de trabalho, na localização que a sua empresa desejar.

BUILD

Nossa equipe interna de engenharia e arquitetura – especializada em implementar escritórios – cuida de sua obra do começo ao fim.

OUTSOURCING

Fornecemos uma equipe completa para as áreas de recepção, copa, limpeza e manutenção da operação, bem como os materiais necessários para essas operações

O serviço/produto Built-to-GO vem atender empresas exigentes e que procuram um espaço personalizado para Desaster Recovery, Escritório Satélites, Lajes Corporativas ou Headquarters fazer a sede central ou uma filial.

Coworking como escritório On Demand

Escritório ou Sala Comercial On Demand são sonhos de consumo de muitos empreendedores. Trata-se de um ambiente equipado onde a sua empresa terá foco para trabalhar, buscar resultados, ultrapassar barreiras e alcançar metas de uma maneira rápida e eficiente.

Esse ambiente terá as características que você deseja, a personalidade da sua empresa em cada detalhe!

Você deseja uma parede de giz? Ou um quadro branco para anotações de equipe? Na sua sala comercial on demand você terá!

Espaços customizados, frases motivacionais, tipo de iluminação, poltronas, móveis, a identidade da sua empresa será encontrada em cada cômodo do seu espaço, de um jeito único e exclusivo, da maneira que você solicitou.

O grande diferencial é que criamos conforme o visual e identidade cultural da empresa. Mantendo o padrão corporativo com toda facilidade de um escritório On Demand.

A sua empresa é muito grande e uma sala comercial, por maior que seja, ainda não seria suficiente? Não tem problema, existem espaços on demand onde você pode adquirir o seu andar!

Minha empresa em um escritório convencional

Em um escritório convencional você também teria uma estrutura personalizada, porém, o tempo para o seu escritório ficar pronto seria maior e você se preocuparia com outras questões. Desde a construção até o momento da sua equipe estar instalada e começar a trabalhar.

Arquitetos, decoradores e facilities para a sua empresa começar a andar? Você precisaria procurar, orçar, testar e se aventurar!

A empresa começou a funcionar. Quem vai instalar a internet? Quem vai comprar cafezinho? Água? Quem vai pagar as contas?

Você, você e você.

Veja quanto custa abrir e manter um escritório convencional https://www.gowork.com.br/conjunto-comercial-sp/

Seu espaço comercial On Demand dentro de um Coworking!

Em um Coworking o funcionamento do seu espaço on demand é mais breve do que você imagina.

Primeiramente você escolherá uma região, muitos Coworking oferecem escritórios em lugares prestigiados e de renome!

Veja se é de fácil acesso, se te atende, se é um bom lugar para receber os seus clientes, se eles saberiam chegar lá, pesquise e escolha!

Após essa decisão inicial você vai conhecer o Coworking em questão, conhecer a estrutura e saber o que você pode personalizar.

Alguns Coworking não dão tantas opções de mudanças nas estruturas. Procure aquele que te atenda melhor e te ofereça benefícios que realmente façam a diferença.

Um Coworking de qualidade deixará o seu espaço exatamente do jeito que você precisa. Totalmente personalizado, e após isso irá te oferecer muitos benefícios.

Solução BUILT-TO-GO!

A GOWORK possui a opção Built-to-Go. São escritórios sob demanda, onde você traz a sua ideia de espaço e isso será concretizado. Da maneira mais rápida e eficiente que você pode imaginar.

Depois da realização do seu espaço você só tem lucros, não se preocupa com problemas de estrutura física nem administração.

Na GOWORK você paga um pacote mensal para ter o escritório que deseja, estrutura completa, cafezinho fresco a todo instante, internet rápida e exclusiva, limpeza diária do seu ambiente, recepcionista bilíngue, entre outros benefícios que só a GOWORK oferece.

É muito simples ter um escritório do jeito que você deseja, sem maiores preocupações, em um lugar de prestígio e por um preço acessível! Parece muito bom para ser verdade? Na Gowork é possível!


Por que o Coworking é o melhor lugar para fazer networking?

Quando trabalhamos em um ambiente de Coworking, nosso vizinho do lado pode ser um potencial fornecedor ou cliente. Afinal, como descobrir isso?

Como criar bons relacionamentos dentro do ambiente de trabalho?

O primeiro passo pode parecer banal, mas vale a pena estar atento a ele: seja simpático e se mostre disponível.

Se você se fechar na sua mesa com seu computador, dificilmente conseguirá criar uma abertura para conversar com alguém.

Feito isso, você deve então utilizar algumas técnicas para que seu networking aconteça da melhor maneira possível.

Técnicas de networking

A primeira técnica para ter um networking de sucesso é ter uma estratégia sobre quais pessoas você deve se relacionar.

Isso não significa que você só deve ter contato com essas pessoas, mas sim que elas são o seu foco.


Essas pessoas são aquelas que poderão te oferecer um crescimento profissional, novas oportunidades de negócio, novos contatos profissionais ou o que mais for necessário. Ou seja, são pessoas que acrescentarão coisas positivas na sua carreira.

Para encontrar essas pessoas é preciso definir o tempo que você tem disponível para fazer network.

Crie uma meta diária ou semanal de contatos que você deve fazer e busque cumprir o que você definiu.

Se você já tem em mente as pessoas com quem pretende estabelecer parcerias, o próximo passo é saber definir o perfil profissional que é prioritário no seu networking.

É fundamental aqui ter em mente os valores tanto profissionais quanto pessoais pelos quais você preza e gostaria de encontrar nessa pessoa.

Outro detalhe importante tem a ver com o benefício da relação. Quando você estabelece contato profissional é preciso saber como este contato poderá ajudar na sua carreira e como você recompensará isso.

Ou seja, você deve estabelecer uma relação que não seja interesseira, mas que possa render frutos para ambos os lados.

Para estabelecer contato, uma técnica interessante é falar sobre a sua história dentro da empresa e não apenas de informações objetivas.

As pessoas gostam de ouvir sobre as trajetórias profissionais e esse pode ser um caminho interessante para uma boa conversa. Lembre-se de falar sobre você, mas dar espaço para que a pessoa também possa falar.

A partir do momento que você fizer contato com algumas pessoas levando em conta todas essas estratégias, avalie o grau de relacionamento que vocês possuem.

O ideal é que você tenha alguns relacionamentos fortes, com os quais você certamente poderá contar se precisar. No entanto, mesmo com os contatos que você não tem tanta relação, se esforce para marcar uma reunião, um café e tente ter mais proximidade.

O que levar em conta para escolher um bom Coworking

São vários os critérios, vamos detalhar os principais critérios para escolher um bom Coworking,

Endereço comercial

Pode parecer frescura na hora de escolher, mas não é não. O lugar de escolha do Coworking é como se fosse a sua vitrine.

As noções cognitivas do ser humano são altamente seduzidas pelo visual e aí podemos citar alguns exemplos cotidianos para você ver se não é verdade.

Quando você troca de carro e vai na casa de um amigo que sempre visita com frequência ou melhor, pode ser até mesmo com os colegas de trabalho para almoçar, ao ver você com um carro melhor todos soltarão algum comentário elogiando o seu progresso concorda?

E se você chegar com um look diferente ou qualquer modificação estética que seja visível a quem convive com você, certamente dirão o que você fez que está diferente? A mesma lógica é aplicada ao escolher a localização do Coworking ideal para você e os seus negócios.

Sabe aquele ditado popular “Diga-me com quem tu andas, que eu te direi quem, tu és”?, modifique para “Diga-me a localização do seu negócio e ele te dirá para onde tu vais”. rs

Serviços e Planos

Não adianta nada, você chegar a conclusão que o escritório de Coworking é o ideal para o seus negócios, mesmo tendo feito as contas, somado os custos, subtraído as despesas e na hora de fechar a sua escolha, você não ter a ideia de quanto isto te custará no final do mês.

Você se esforçou e decidiu que o Coworking é a solução, mais e o Coworking é adequado ao seu negócio ou vai te assustar no final do mês com custos indefinidos?

Antes de escolher visite os espaços, questione os responsáveis e sane todas as suas dúvidas.

Atendimento Personalizado

Ao agendar a sua visita e chegando ao local escolhido, certifique-se de quem irá atendê-lo, pois você não saiu da sua casa ou serviço atual que está prestes a largar para fazer o seu negócio acontecer e ser mal atendido em um lugar que não se importa com você.

O atendimento diz muito do que você irá esperar daquele lugar, identifique se existe uma pessoa responsável para te atender ou se os funcionários precisam se desdobrar do que fazem, deixando de fazer algo que precise de sua atenção, para poder te atender sem nem saber o que é necessário para você.

Tenha em mente que o que não te faz bem, pode não fazer para os seus clientes e aí cabe mais um ditado “o que você não quer para você, não deseje para o seu cliente”, você merece o melhor atendimento possível e o seu cliente precisa.

Localização do Coworking

Onde está localizado o Coworking? Se é de fácil acesso para você e para seus clientes que vierem visitar a sua empresa, tudo isso é um diferencial

Local para estacionamento, centro comercial, metrô, recepção e faixada do prédio, tudo isso deve ser considerado.

Esperamos que com estas dicas, fique mais fácil você encontrar e fazer a escolha certa do seu escritório.

Tipos de Coworking para combinar com sua empresa

Entenda as diferenças de cada um e saiba qual se adapta melhor ao seu segmento, antes de investir!

tipos de coworking que combina com a empresa

COWORKING LIFESTYLE

Esse é o tipo de Coworking Abacaxi. Bonito, gostoso, mas pouco funcional.

Nestes Coworking a estética é priorizada, e alguns “benefícios” para os clientes, como águas com sabor, cerveja e outros itens voltados para o lazer e bem-estar de quem participa desse espaço. Com interiores lindos e que inspiram o entretenimento, a troca de ideias e a convivência.

Este tipo de Coworking pode ser bem atrativo e sedutor, mas, dependendo do seu negócio, não é funcional. Pode te distrair de diversas formas.

COWORKING BASIC

Esse é o Coworking mesada. Serve para você aprender a economizar, mas não dá pra sentir o que é trabalhar de verdade.

Geralmente são salas com algumas mesas para você chegar, sentar e se conectar. Esse tipo de espaço pode incluir café, em alguns casos.

É realmente apenas um lugar com WI-FI e um espaço para trabalhar, sem muita moda ou extras. Na grande maioria dos Coworking básicos você terá como alugar um extra ou outro. Por exemplo, gaveteiro e locker são cobrados a parte, e nem sempre tem ampla disponibilidade deles.

COWORKING BUSINESS

Coworking “Show me the money”. Orientado a negócios, o Coworking business nem sempre você terá altos papos cabeças com o colega do lado. Mas quando tiver, provavelmente isso significará uma oportunidade real.

São Coworking maiores e geralmente mais caros, de fácil acesso e em lugares privilegiados. Eles têm gerentes de comunidade na equipe, alguns benefícios para o usuário (como por exemplo café free) e atendem a empresas estabelecidas ou iniciações bem financiadas.

Sua estrutura costuma ser diferenciada, mobília de qualidade, espaços bem elaborados, sem contar com os serviços de alto padrão que oferecem, porém, geralmente por um custo bem alto.

O networking nesse tipo de Coworking costuma ser funcional, justamente pelos clientes serem mais estabelecidos e focados, enxergam a comunicação como a chave para parcerias de sucesso.

Conheça os mais 40 benefícios inclusos nos planos da GOWORK https://www.gowork.com.br/coworking-diferenciais/

COWORKING POR NICHO

Esse é o Coworking das tribos. Cada um fala uma língua diferente e tem seus próprios ídolos.

Coworking gastronômico

São Coworking segmentados. Apenas para artistas, ou profissionais da moda, para gastronomia, para arquitetos, para desenvolvedores e para startups de tecnologia.

Os espaços costumam ser modernos, estilizados conforme a personalidade única daquele público. Alguns são abertos ao público, outros gratuitos e outros chegam a ter rigorosos processos seletivos para escolha de novos residentes.

Coworking com processo seletivo para startups de tecnologia.

https://www.campus.co/sao-paulo/pt/about

https://cubo.network/

Exemplo de Coworking no segmento da moda

Lona Criativa

Coworking para grandes empresas e ára empresas com crescimento acelerado

Esse é o Coworking que não gosta de ser chamado de Coworking. Focado no mercado de empresas com necessidades de espaço para 20 à 300 estações de trabalho, esse tipo de escritório oferece um nível de customização fora do padrão do mercado. Mas a tecnologia e a ideologia do Coworking ainda estão ali.

São Coworking especializados em atender grandes empresas, que precisam de um espaço totalmente personalizado, que tenham a sua identidade visual em cada detalhe e benefícios que ela necessita para o seu bom funcionamento.

Lista de preços de Coworking em São Paulo

Estabelecida no mercado como líder brasileira em soluções inteligentes, a Gowork é uma das empresas pioneiras por trazer o conceito e espaço de coworking para São Paulo.

A empresa possui hoje 12 escritórios espalhados pelas principais regiões estratégicas de São Paulo. As unidades são: Paulista, Consolação, Jardins, Faria Lima, Itaim Bibi, Jardim Europa, Pinheiros, Vila Olímpia, Berrini, Fradique.

A Gowork trabalha no estilo mesa dedicada e oferece mais de 40 benefícios aos seus clientes. O serviço é considerado all inclusive, com salas de reunião, impressoras, endereço fiscal, móveis, café, iluminação diferenciada, ar condicionada, internet de alta velocidade. Toda a estrutura que a sua empresa ou o seu negócio precisa para decolar.

Comparação de preço de Coworking em São Paulo

O critério considerado foi preço e localização. Sabemos que o preço de um Coworking pode ser o valor de maior representatividade no orçamento de uma startup ou empreendedor iniciando o seu negócio.

lista de preço de coworking em SP

Além dos benefícios como localidade, próximo à estação de trem ou metrô, facilidade de interagir com membros para fazer negócio.

Tabela de lista de preço de coworking em São Paulo

Coworking Hotdesk Mesa dedicada Sala Reunião Funcionamento
SPACE R$ 949,00 R$ 1.909,00 a parte 24/7
BRAIN R$ 299,00 R$ 888,00 4h mensal
WEWORK R$ 700,00 R$ 1.200,00 a parte
GOWORK R$ 500,00 R$ 900,00 120h* 24/7

*São 4h de sala de reunião inclusas por dia. Funcionando 30 dias no mês, totalizando 120h no mês.

Franquia de Coworking em São Paulo

Muitos tem um imóvel e não conseguem alugar com o preço justo. Assim pensam empreender o imóvel abrindo um espaço de Coworking.

Parece que é fácil, mas requer conhecimento de reforma do empreendimento, definição do público que a região atende e principalmente uma boa comunicação e marketing para atrair os clientes.

Com muitas empresas investindo em Coworking o custo em publicidade e diferencial ficou alto. Pensando nisso a GOWORK irá abrir a Franquia Gowork.

Aproveitando todo know-how da empresa para empreender e ser rentável. A GOWORK já está trabalhando em uma COF (Circular de Oferta de Franquia) para consolidar os pequenos Coworking ou imóveis disponíveis para empreender e ser lucrativa.

Pois hoje para um espaço de Coworking ser lucrativo precisa ter no mínimo 300 posições para locação, abaixo disso é perder ou empatar dinheiro.