Novos prédios com o formato de coworking vem surgindo ao longo dos anos, transformando a forma de trabalhar de diversas empresas.

Mas o formato ainda é uma novidade desconhecida para muitas pessoas e acaba gerando dúvidas na hora de alugar ou empreender em um coworking.

Como tudo começou?

Em 2005, o americano Brad Neuberg junto com mais 2 sócios abriu, na Califórnia, o primeiro espaço de Coworking. A ideia inicial era ser uma espécie de “extensão do trabalho no ambiente online”, mas com o tempo, a realidade do espaço foi mudando, então a adaptação foi feita para “espaço físico colaborativo”.

O objetivo era abrir as portas para outras pessoas que precisavam de um lugar para trabalhar e executar suas atividades com mais liberdade, criatividade e eficiência. E a proposta começou a dar certo e se expandir para diversos outros lugares.

Desta forma, surgiu o Coworking da forma que é conhecida por muitas pessoas hoje.

Como é o espaço de trabalho?

O principal foco do coworking é otimização de espaço. Independente de qual seja o negócio, se o desejo é compartilhar o escritório com outras empresas ou se a preferência é uma sala privativa, o Coworking é uma ótima opção para empreendedores.

Nos principais prédios no Brasil, os espaços de Coworking são imaginados para serem modernos, despojados, descontraídos e criativos. A grande maioria das pessoas que buscam por esse ambiente, querem estes atributos no dia-a-dia profissional.

E a procura cresce por espaço de trabalho compartilhado.

Porque um empreendedor deve buscar um coworking?

Nestes tipos de escritório, existe grandes possibilidades de gerar oportunidade de negócio. Um empreendedor iniciante pode trocar informações com um empresário que está atuando no mercado a mais tempo.

O bom para o empreendedor também é a localização destes prédios. Muitas vezes, para uma empresa investir em uma sala comercial próximo ao metrô e comércios é muito complicado, principalmente se for um negócio que está começando. Mas muitos coworking possuem boas localizações.

“Buscamos endereços que possuem uma alta demanda na procura para alcançar empreendedores e os colaboradores dessas empresas”, contou Fernando Bottura, fundador do coworking GOWORK.

Fernando também contou que, além disso, o dono do negócio não precisará se preocupar com a compra dos mantimentos, como: café, papel higiênico, limpeza, entre outros. Tudo isso fica por conta da administração do Coworking.

Porque um profissional deve escolher as empresas que estão no Coworking?

Um profissional que está em busca de crescimento no seu networking e tem interesse em trabalhar em empresas que possuem visão de mercado, devem ficar atentos às vagas das instituições que estão dentro dos prédios de Coworking.

O contato diário com vários profissionais pode gerar muita troca de ideias e isso auxiliar na produtividade diária. “Desde que comecei a trabalhar em coworking, há 2 anos, meu crescimento profissional triplicou. Hoje, me sinto muito bem preparada e conheci diversas pessoas que me auxiliaram no meu trabalho”, contou Jéssica Moraes, Digital Mídia de uma empresa de cobrança instalada em um dos prédios de Coworking, em São Paulo.

O especialista em recrutamento e seleção, Gustavo Matos, afirma que um ambiente profissional dinâmico e descontraído traz motivação para a equipe, “O profissional se sente mais livre para criar, ter ideias e levá-las para os seus superiores, todos saem ganhando com isso!”

Coworking é o futuro das empresas brasileiras

O ambiente profissional está em mudança constante, todos os dias surgem novas informações, novas profissões e formas de trabalho. E para muitos empreendedores todas estas mudanças estão dentro do coworking e por isso, o crescimento pela procura por estes ambientes triplicou nos últimos anos.

Para alguns especialistas, se você busca inovação deve procurar saber mais sobre esses empreendimentos. “Quer motivar a equipe e economizar em diversas coisas? Coworking é uma ótima escolha”, afirmou Gustavo.