CONHEÇA AMARIT CHAROEPNPHAN, UM OTIMISTA SOBRE A EXPANSÃO DO COWORKING NO MUNDO

 Saiba como os negócios de escritórios compartilhados se alimentam da crise financeira dos locais onde estão inseridos

O mercado brasileiro de coworking não segue a mesma lógica do país. Enquanto muitos negócios e segmentos de mercado vem se deparando com as dificuldades geradas pela crise que o Brasil enfrenta, o número de coworkings espalhados pelo país não para de crescer.

Um dado já é o bastante para impressionar e dar inveja à muita gente: apenas em 2007 foi lançado o primeiro escritório compartilhado, hoje, já são mais de 238 espaços ativos pelo Brasil. Mas porque que as empresas de coworking não sentem a crise e continuam crescendo sem parar? Pare e pense…

Você tem uma renda “x” que lhe permite gastar uma certa quantidade de dinheiro sem ficar no devendo e ninguém. De repente, sua renda passa de “x” para “x – y”. Agora você não pode mais comprar tudo aquilo que comprava antes porque simplesmente não o dinheiro para isso. Sim, você não pode comprar tudo o que comprava antes, mas existem coisas das quais não abre mão, então o que você faz? Define prioridades, corta certos gastos e se dá ao luxo de continuar usufruindo de algumas possibilidades que sua renda ainda lhe permite.

O mesmo acontece o coworking…Explico. Uma empresa está enfrentando uma grave crise e precisa diminuir alguns gastos. Em muitos casos, essas empresas podem optar por sair de seus escritórios e migrar para um coworking sem perder nada em termos de qualidade do espaço de trabalho.

Enquanto o mercado sofre, empresas de coworking se aproveitam disso, oferecendo espaços qualificados, em localizações especiais e preços muito a baixo dos escritórios convencionais.

Hoje, só em São Paulo, já são mais de 95 unidades, 23 em Minas Gerais e outras 20 no Rio de Janeiro. Apesar do fator crise ser um propulsor do crescimento deste negócio, não é só isso que faz com que o coworking esteja na moda.

Aprendendo um pouco mais

Em 2013, o empresário tailandês Amarit Charoepnphan ministrou uma palestra no TED de Chiang Mai sobre como o coworking pode mudar o mundo. Amarit é o fundador do Hubba, o primeiro negócio de escritórios compartilhados de toda a Tailândia e um otimista sobre o futuro do coworking.

Veja como foi a palestra (para disponibilizar a legenda do vídeo é só clicar em detalhes e depois selecionar entre os idiomas disponíveis)