COWORKING: UM REFLEXO DO COMPORTAMENTO CONTEMPORÂNEO

Geração mais jovem vem se reorganizando e resgatando valores como compartilhamento e reuso

 

Coworking Uma Organização

A cultura do compartilhamento está cada vez mais evidente em diversas áreas, da ocupação urbana até os modelos de trabalho. Como consequência dessa transformação, a forma de agir sofre influências. Por exemplo, o Coworking (espaços empresariais compartilhados) surgiu como uma alternativa aos empreendedores, principalmente de startups, e mudou o modo como as empresas se dispõe dentro de espaços de trabalho.

Nesse contexto, o ambiente é mais jovem com decoração mais despojada e com menos etiquetas. Um ambiente agradável é essencial para que funcionários se sintam à vontade para dar e alcançar seu máximo rendimento.

A onda de jovens empreendedores começou junto com o boom da era digital. As principais empresas que surgiram e viram seu valor de mercado crescer de forma exponencial e em pouco tempo são do ramo tecnológico.

Estar no mercado de tecnologia é um dos motivos que tornam o ambiente mais descontraído e distante de normas mais sérias e tradicionais. Outra vantagem é que trabalhar neste meio, muitas vezes, permite que o indivíduo trabalhe de casa.

Coworking

Apesar das vantagens de um home-office, tanto em termos de custo quando de facilidade, estes ambientes não são apropriados para reuniões profissionais, trabalho em equipe ou até meetings com clientes.

Para resolver estas questões e se inserir no mercado com um preço inferior aos escritórios convencionais a opção de espaços de Coworking surge como a principal alternativa dentro do mercado.

Com preços muito abaixo ao que se encontra em escritórios convencionais, os Coworkings costumam oferece estrutura de primeira linha e a possibilidade de um networking extenso e qualificado entre as empresas que ali estão, um fator bastante atrativo principalmente para startups.