Na GoWork, as demandas para grandes empresas estão crescendo e movimentando um nicho de negócio batizado de “built to go”, na qual um prédio é totalmente customizado para o cliente. Nesse formato os espaços não são compartilhados com outras empresas mas todos os serviços são exatamente como um coworking tradicional. Dentre os exemplos, estão o escritório de advocacia LBCA e o da companhia de seguros de saúde Qualicorp. “Trata-se de um contrato, com mais dinamismo do que a locação tradicional. Antes da pandemia, empresas mais tradicionais tinham dúvidas ao coworking”, comenta o presidente da GoWork, Fernando Bottura.

“Tivemos um momento no início da pandemia em que se colocou em xeque o modelo do negócio, mas hoje o trabalho híbrido é um caminho sem volta”, comenta o executivo. A GoWork, que possui 8,4 mil estações de trabalho, projeta dobrar de tamanho neste ano. No momento, três prédios estão em fase de implementação para novos escritórios

Link: https://www.istoedinheiro.com.br/setor-de-coworking-recupera-forca-com-formato-hibrido-de-trabalho/