Como fica o aluguel comercial na pandemia?

aluguel comercial

A pandemia do novo coronavírus trouxe mudanças profundas em todos os setores da sociedade. Devido a necessidade de isolamento social, empresas deixaram, parcial ou totalmente, os escritórios onde atuavam.

Além disso, a crise econômica agravada pela pandemia reduziu as receitas de muitos negócios, que se viram na necessidade de cortar despesas do orçamento. Portanto, um dos cortes mais comuns nestes tempos é o do aluguel comercial São Paulo. Como as equipes estão atuando de forma remota, a sala comercial se torna um peso nas contas da empresa.

No entanto, com o avanço da população vacinada e diminuição de casos de contágio, é natural que as empresas voltem para o trabalho presencial. Este é o momento para pensar em novas formas de gerir os espaços e receitas da empresa.

Dessa forma, o coworking surge como opção híbrida, que permite equipe alocada e home office ao mesmo tempo, além de oferecer custos menores. No artigo a seguir do Blog Gowork vamos falar sobre as principais mudanças do aluguel comercial na pandemia.

Principais mudanças trazidas pela pandemia nos escritórios

Além do trabalho em regime remoto e cortes de gastos, houveram outras mudanças que a pandemia trouxe e que ficarão pelos próximos anos. Uma destas mudanças, portanto, foi em relação a higienização do ambiente. 

Mesmo com o controle do vírus, o aluguel comercial na pandemia demanda locais mais arejados e maior espaço interno serão importantes daqui para frente. 

Além disso, muitos profissionais preferem agora trabalhar também em home office. Sendo assim, é possível ter mais profissionais sob contrato com menos postos de trabalho presenciais. Organizando a agenda semanal, todos ficam assistidos ao ir trabalhar no escritório, mas também terá seus dias trabalhando de forma remota.

No mais, uma mudança que deve ser sentida no aluguel comercial São Paulo é as finanças. Para manter a empresa fortalecida, é preciso ter melhor gestão dos recursos financeiros, o que não significa queda na qualidade, pelo contrário.


Principais custos de um escritório 

Este último item trouxe alguns dos reflexos que a pandemia irá deixar nos escritórios comerciais. Dentre as mudanças, o controle das finanças é o que mais preocupa empreendedores.

Portanto, é preciso racionalizar quais são os principais custos de um aluguel comercial São Paulo, para a partir disso avaliar o que pode ser cortado. No caso de um aluguel convencional, ter diversos contratos com fornecedores acaba elevando os valores. Uma alternativa é migrar para locais onde um contrato resolve todas as demandas da empresa.

Em um ambiente de coworking, por exemplo, o empreendedor tem a disposição estrutura física, administrativa e de tecnologia para a equipe, sendo tudo incluso no contrato de locação do espaço.

Ademais, confira os principais custos que podem ser eliminados no aluguel comercial na pandemia:

  • Reposição de mobiliário;
  • Taxas imobiliárias (IPTU, Condomínio e aluguel);
  • Contratos de telefonia, internet, água, luz e demais serviços operacionais;
  • Compra/aluguel de equipamentos de trabalho;
  • Serviços de facilities (recepção, segurança, serviço de copa, limpeza, manutenção e afins);

Vantagens de deixar o aluguel comercial na pandemia

Deixar o aluguel comercial na pandemia é positivo não apenas para o isolamento social e baixar os custos da empresa. Essa também é uma oportunidade de repensar situações na empresa.

Ao baixar os valores de locação, por exemplo, é possível investir ao menos uma parcela em áreas carentes da empresa, que farão o rendimento aumentar. Outro ponto positivo de deixar o imóvel é o contrato de aluguel, que muitas vezes tem prazo longo e valor alto.

Ademais, repaginar o ambiente, fazer mudanças no espaço de trabalho e distribuir melhor as estações de trabalho também podem ser eficazes para melhorar o rendimento da equipe. Veja na lista a seguir as principais vantagens de deixar o aluguel comercial em São Paulo:

  • Direcionar suporte financeiro para outras áreas da empresa;
  • Eliminar contratos engessados com locadoras de imóveis;
  • Oportunidade de repensar a distribuição de espaços e tarefas da equipe;
  • Deixar de obter fornecimento de insumos via múltiplas empresas;
  • Baixar as despesas e o custo de operação do negócio;

Coworking: uma nova forma de integrar a equipe

Então, reavaliando todos os custos dos aluguel comercial São Paulo, agora é o momento de avaliar as opções de mercado para fazer os ajustes. Como foi citado, o coworking oferece a maior parte dos serviços que a empresa precisa para funcionar, eliminando burocracias e negociações com diferentes empresas.

Mas para além disso, as salas de coworking também se tornam oportunidades de repaginar o ambiente da empresa. Interagir com outros profissionais, estar em grandes endereços da cidade e equipamentos sempre novos dão mais suporte para a equipe.

Outro fator que deve contar em favor do coworking é que o retorno ao trabalho presencial deve ser aos poucos. Sendo assim, alguns membros da empresa ainda devem seguir trabalhando de casa, ao menos em parte da semana. Nesse caso, o coworking é onde todos terão liberdade de horário e dia para trabalhar de modo presencial.

Para conhecer opções de aluguel comercial na pandemia com as melhores condições, entre em contato com a Gowork. Temos os melhores endereços de São Paulo com preços acessíveis e serviços diferenciados.