aumentar os ganhos

Com a crise, muitas empresas não sabem que caminho seguir, mas antes de fechar a porta de um negócio ou mesmo reclamar da falta de rentabilidade é preciso saber que existem ações para recuperação das empresas, aumentando os ganhos e minimizando os gastos.

Entretanto, o primeiro passo é ter em mente que é fundamentar fazer uma profunda análise. É preciso ter todos os números na ponta do lápis, principalmente custos e despesas, para ver se o que pode reduzir. A partir disso, veja algumas orientações:

Revise cadeia de produção e processo

Na grande maioria das empresas o processo produtivo possui folgas que devem ser consideradas e excessos que podem ser eliminados. Contudo, a localização desses não é tão simples como aparenta, pois muitas vezes são detalhes que os administradores se negam a admitir. É fundamental revisar toda a cadeia do processo produtivo, comercial e administrativo de forma isenta.

Preços e vendas

A questão dos preços praticados por uma empresa também é apresentada por especialistas como um dos grandes fatores para os problemas no negócio. Saber formar o preço é fundamental, devendo levar vários fatores em conta, como custo, rentabilidade e realidade do mercado.

Assim, saber dizer não também é importante. Se deve ter em mente que nem toda venda é rentável e nem todo cliente proporciona resultado. Também se deve ter uma base sobre limites possíveis de descontos. Assim criar regras é possível. Às vezes é melhor não vender do que fazer um negócio que possa aumentar o prejuízo.

Encontrar dinheiro perdido

É preciso analisar valores que possam existir e que não são utilizados, exemplo é rever credores e devedores, que podem ser encaminhados para escritórios de cobranças especializados, visando transformar duplicadas e créditos vencidos em ativos recebíveis, ainda que com descontos ou parcelamentos. A readequação de mão de obras também é uma alternativa, que podem ser melhor direcionadas. Em outros casos as demissões poder ser feitas em função de profissionais ociosos ou desmotivados que só prejudicam o processo

Economias alternativas

Economizar são formas de ganhos. A busca de uma saída pode até ser o caminho para melhorias em uma empresa, que pode se tornar mais sustentável economizando papel e energia. Outro caminho é economizar com os gastos de escritório. Para quem pode optar, o coworking, ou escritório compartilhado, é o caminho muito eficiente para reduzir gastos de forma altamente qualificada e expressiva.

Planejamento tributário

O planejamento tributário é o gerenciamento que busca a redução de impostos, realizados por especialistas, resultando na saúde financeira. Sabe-se que em média 34% do faturamento das empresas é para pagamento de impostos. Com a alta tributação no Brasil, várias empresas quebram com elevadas dívidas fiscais. Assim, é salutar dizer que é legal a elisão fiscal. De forma simplificada, num planejamento tributário se faz a análise e aplicação de um conjunto de ações, referentes aos negócios, atos jurídicos ou situações materiais que representam numa carga tributária menor e, portanto, resultado econômico maior, normalmente aplicada por pessoa jurídica, visando reduzir os tributos.