Seu espaço de trabalho deve refletir a cultura da sua empresa

Os gestores de empresas já notaram que o espaço de trabalho está reformulando a forma de trabalhar.

Certamente, adaptar-se a mudanças enquanto elas ainda estão em curso não é tarefa das mais simples. No contexto empresarial recente, um ponto merece máxima atenção: o espaço de trabalho oferecido pelas organizações aos colaboradores.

Espaço de trabalho compartilhado em SP

Afinal, basta lembrar que o momento atual clama por inovação, o que, por sua vez, depende de uma boa dose de criatividade.

Diante da necessidade de estimular o desenvolvimento de novos processos, o ambiente de trabalho precisa passar por uma repaginada.

Até mesmo um simples escritório da empresa deve transpirar a cultura dela, favorecendo a identificação dos funcionários com a marca.

Toda essa revalorização do espaço de trabalho contribui para o aumento da competitividade da empresa no mercado.

Isso porque o ambiente é determinante para a melhora do rendimento dos colaboradores.

Nesse sentido, não é à toa que o coworking tem sido uma solução interessante.

Trata-se da locação de espaços compartilhados de trabalho. Assim, a empresa se livra dos custos e despesas inerentes à manutenção de um escritório próprio e fixo.

Existem, entretanto, diversos aspectos relacionados à escolha do espaço de trabalho ideal para um negócio via coworking. Os principais serão comentados na sequência.

O que considerar ao escolher um espaço de trabalho?

O primeiro item a ser estudado é a localização do espaço. Para que um negócio seja realmente bem-sucedido, o local é extremamente decisivo.

O segundo e terceiro aspectos são o estilo do espaço em si e as possibilidades de customização.

Esses elementos são interligados. Por mais que o ambiente tenha um estilo agradável, ele precisa ser flexível a mudanças.

Logo, os ambientes mais propícios à personalização merecem maior destaque.

Para que um local represente a cultura organizacional de um negócio, ele precisa estar pronto para uma série de adaptações.

O local deve estar pronto para uso imediato. Mas se for necessária alguma customização, o processo deve ser efetuado de forma fluida e tranquila.

Com base nessas 3 premissas, a empresa garante que terá à disposição um espaço de trabalho completo. Em outras palavras, os gestores terão em mãos um ambiente que impulsionará o alcance dos objetivos traçados no planejamento estratégico.


Espaço de trabalho compartilhado

Outro ponto a ser observado é a dinâmica de funcionamento de um coworking.

As salas privativas locadas são personalizáveis. Já os demais ambientes (salas reunião e cafés, por exemplo) que compõem a infraestrutura oferecida não.

Desse modo, a empresa se preocupa somente com a sua sala privativa. Não há a necessidade de cuidar de uma ampla infraestrutura, como no modelo de escritório convencional.

Além de menos trabalhosa, a adesão ao coworking proporciona economia ao caixa da empresa.

Espaço de trabalho personalizados

Os contratos built to suit garantem que o espaço de trabalho reúna todas as condições exigidas pela empresa.

Assim, os gestores terão o tempo necessário para se dedicar ao core business do negócio.

Interessado em conhecer um modelo de coworking moderno e alinhado com o crescimento do seu negócio?